Intel culpa teimosia com Windows XP por resultados fracos


Postado em: 2015-03-14 15:29:52
Publicidade

A Intel anunciou nesta quinta-feira, 12, um corte de US$ 1 bilhão nas suas previsões de receitas trimestrais. O principal culpado, segundo a empresa, é um software bastante antigo, mas ainda muito popular chamado Windows XP, com sua legião de fãs que se recusam a abraçar os novos tempos.

Graças a isso, as previsões de receitas do trimestre estão em US$ 12,8 bilhões, queda brusca em relação ao previsto em janeiro, quando foram apresentados números na casa dos US$ 13,7 bilhões. O valor, na época, já era inferior ao esperado por investidores.

A Intel explica que o fim do suporte ao Windows XP pela Microsoft, que deveria alavancar a venda de novos PCs, não aumentou a demanda como era esperado. Empresas pequenas e médias, que deveriam ter feito a migração e impulsionado a busca por novos computadores, não o fizeram.

A empresa é dominante no ramo de PCs e notebooks, mas não conseguiu acompanhar até hoje o ritmo da indústria de smartphones e tablets. Portanto, uma variação negativa na demanda de computadores pessoais afeta demais seu faturamento. A procura baixa pelo Windows 8 também não ajudou.

Há ainda outros problemas econômicos mais amplos que afetam o desempenho econômico da companhia, entre os quais está citada a desvalorização do euro.

No entanto, há pontos positivos no trimestre da Intel, principalmente o negócio de datacenters, que gerou bons resultados e atingiu as metas para o trimestre. A empresa apresentará os números consolidados em 14 de abril.

Via: Olhar Digital

Veja também:



Visor de realidade virtual do PS4 está à venda no Brasil por R$ 3 mil

Veja +

Google testa modo noturno nativo do YouTube na versão mais recente do Chrome

Veja +

Motorola libera Android Lollipop para o Moto G no Brasil

Veja +

Yahoo implanta método de login que não utiliza senha

Veja +

 

copyright ©2012 - 2019 JM Jonathan Moreira - Todos os direitos reservados